Menu

~KPOPANDO: Dezembro


Como combinado, a categoria ~KPOPANDO será mensal, sempre postada no último dia de cada mês (ou na semana seguinte junto com a PAUSE), entretanto, estamos em dezembro e como não acho lógico lançar o post em pleno dia 31 estou adiantando pra hoje, okay? Bom, o mês natalino chegou e com ele, as músicas (para dormir) jingle bell, o que geralmente não suporto. Porém, mesmo em um mês que TODO MUNDO na Coreia do Sul decide lançar singles sonolentos, há ainda esperança e alguns dos lançamentos se tornam até ouvíveis.

SING FOR YOU - EXO


Após LIGHTSABER eu realmente achava que EXO iria parar de lançar músicas este ano, mas os boys (na verdade, a SM quer aproveitar e fazer mais dinheiro para pagar os advogados) decidiram trazer mais um álbum em 2015 e eis que a coisa deu certo. A canção single une uma batida leve de violão com vocais impecáveis dos integrantes (sério, Baekhyun cantando foi de infartar qualquer EXO-L),  e para completar, o MV em preto&branco (sou suspeita porque amo musicvideos neste estilo) fez tudo parecer comovente, o que conquistou os fãs, em parte pelo fato da música realmente ser perfeitamente ouvível e em outra porque a baleia teve um significado mais profundo que o qualquer outra coisa do EXO este ano, uma combinação de melodia, fotografia e sonoplastia que realmente funcionou.

P.S: Super natural um astronauta (vulgo Sehun) estar no espaço e aparecer uma baleia.

The Sleeping Witch (Mini Drama) [K-Drama]


Por dois motivos importantes decidi conferir este mini drama. Primeiro, meu atual ator querido/amado/ Park Seo Joon, e segundo, queria uma trama que pudesse conferir início, meio e fim rapidinho, eis que encontrei este título, então claro, uni o útil ao agradável e fui dar uma espiada neste drama especial.

The Sleeping Witch



Sinopse: Há 16 anos atrás, uma explosão em um laboratório de química deixou em coma uma garota chamada Choi Ah Mi. Agora, ela acorda no hospital em 2013 mas suas memórias ainda pertencem ao ano de 1997.
Gênero: Mistério, romance, drama
Ano: 2013
Nº de Episódios: 01
Onde Encontrar: Puri Puri Fansubs (download)

Este mini drama super curto (que deveria ser considerado filme,rs), foi um especial do canal MBC, onde exibiram por alguns dias, alguns dramas curtinhos, um verdadeiro festival. Na verdade, baixei o episódio sem nem me tocar de que o protagonista era o meu Seo Joon, só depois (quando estava fuçando o Asian Viki dele) percebi isso (sou lerda demais, se acostumem/ kkk) e assim tratei logo de ir ver esse especial.


Como diz na sinopse, Ah Mi (Hwang Woo Seul Hye) acorda no hospital sem nem se dar conta de que 16 anos se passaram. E para completar, tem um garoto estranho em seu quarto que não faz ideia de quem seja, assim ela acaba conhecendo o Him Chan (Park Seo Joon). E esse primeiro encontro foi até engraçado (rsrs), vocês precisam ver!



Dois amigos de colégio estavam todo esse tempo cuidando da moça, Hwa Jeong, sua amiga dona da cafeteria do hospital (onde o Him Chan trabalha) e Min Ho que se tornou seu médico. A moça insiste em perguntar sobre Young Kyung, o qual diz ser seu namorado, mas seus amigos falam que não o conhecem. Será que era apenas imaginação dela?

Witch's Romance [K-Drama]


Ainda na minha maré Park Seo Joon, eis que não poderia deixar de conferir este outro dorama em que o moço foi protagonista. Sei que muitos de vocês já devem estar de saco cheio de, ultimamente, só ter o Seo Joon aqui nas resenhas de dramas, mas peço que entendam, afinal, tenho certeza que todo mundo já teve um ator no qual encarnou e decidiu ver tudo que conseguisse encontrar com ele (nem que seja um simples comercial de margarina, kkk), tenham só mais um pouquinho de paciência que em breve esse meu surto (obsessão) passa (quando enjoar ou ver todos os trabalhos dele, rs). 
Trago uma dica hoje de uma comédia romântica bem leve e divertida.

Witch's Romance




Sinopse: A trama conta a história de um homem de 25 anos chamado Yoon Dong Ha que se apaixona por uma mulher mais velha , Ban Ji Yeon, e tenta conquistá-la. Porém,  não será fácil de alcançar esse coração, sendo que 6 anos atrás, ela foi abandonada por seu noivo antes do casamento, o que lhe causou uma grande mágoa.
Gênero: Comédia, romance, drama
Nº de Episódios: 16
Ano: 2014
Onde Encontrar: Fighting Fansub (necessário cadastro p/ download), Viki (online)
  • Personagens
Yoon Dong Ha (Park Seo Joon)


Dong Ha é um jovem gentil e bem educado. É trabalhador em tempo parcial de uma empresa que presta qualquer tipo de serviços, desde que sejam contratados. Em um desses serviços, conhece Ban Ji Yeon que acaba roubando a bicicleta que ele daria para um menino de um orfanato. Claro que Ji Yeon teve seu motivo para roubar o presente de um órfão mas mesmo assim, Dong Ha não desiste e sai correndo atrás da ladra (detalhe: vestido de papai noel, rs), após esta pequena confusão, os dois acabam se encontrando outras vezes e posteriormente passam a trabalhar juntos.



Á medida que começam a se conhecer melhor e aumentar sua proximidade, Dong Ha passa a se apaixonar por sua chefe, apesar de em seu passado ter existido uma namorada que infelizmente faleceu, o moço não se priva desta nova oportunidade para amar novamente e tenta conquistar sua nova paixão. Para saberem mais, só vendo o dorama! Haha' Seo Joon atuou super bem, o verdadeiro motivo para eu decidir conferir este drama foi ele, afinal , o moço tem me conquistado plenamente (acho que estou apaixonada) e sempre vale a pena ver um ~oppa lindinho desses não é mesmo? 
P.S.: Só por causa dele já considero muito válido ver o dorama, hehe!


Deadfall: A Caçada - Anna Carey [Livro]


Após ler Blackbird: A Fuga (confira resenha aqui), já estava super curiosa em relação a esta sequência, montando diversas teorias sobre como tudo iria terminar e claro, o receio de que de alguma forma a autora estragasse toda a qualidade da trama que tinha conseguido criar no primeiro livro. Mas para alegria geral da nação (principalmente da minha), Anna Carey trouxe uma sequência incrivelmente boa.

Deadfall: A Caçada



Há uma semana, a garota acordou sobre os trilhos de Los Angeles sem se lembrar quem ela é, e descobriu que faz parte de um jogo. Mas a única coisa de que tem certeza é que estão tentando matá-la. Depois de ter sido traída por seu único amigo, ela foge para Nova York com um garoto que diz conhecê-la. Mas será que pode confiar nele? O que adianta encontrar os outros? Quem são essas pessoas? À medida que a perseguição esquenta, ela vai aos poucos recuperando a memória. Porém, seu passado não pode salvá-la, e um só movimento errado pode acabar com este jogo.

Título: Deadfall: A Caçada
Autora: Anna Carey
Páginas: 224
Ano: 2015
Editora: V & R

Só continuem lendo a resenha se já leram o livro anterior, caso contrário podem ter alguns spoilers do enredo, avisados não é mesmo? /rsrs

Assim como em Blackbird, o ritmo do livro é ótimo. Mantendo o leitor preso e atento à tudo que está acontecendo, a narração continua em segunda pessoa e o que eu tinha achado tão estranho anteriormente, desta vez, só serviu para me deixar mais envolvida com a história. 

Quando li o primeiro livro já estava encantada com a simples, porém totalmente envolvente trama dessa duologia e sinceramente, estava receosa de que nesta sequência, a autora se perdesse e acabasse dando rumos poucos satisfatórios para os personagens. 
O que felizmente, não aconteceu.

MONSTAR [K-drama]


Se for para eu escolher os melhores dramas no estilo colegial/música/, Monstar estaria nas primeiras colocações (e não é só por causa do JunHyung, deixo claro, rs). Apesar da trama ser abordada de uma maneira leve, é impossível não se encantar com o dorama, principalmente pelo fato de possuir personagens tão bem trabalhados e claro, retratar assuntos tão costumeiros da adolescência.

MONSTAR



Sinopse: Yoon Seol Chan é um idol que após um pequeno incidente tem que retornar à escola e agir como um aluno modelo. Lá, conhecerá alguns colegas de classe que assim como ele, utilizarão a música para curar as feridas deixadas pelos tristes acontecimentos da vida.
Gênero: Colegial, música, romance, idol
Nº de Episódios: 12
Ano: 2013
Onde encontrar: Dopeka (online), Kingdom Fansubs (download)

1) Personagens

Yoon Seol Chan (Junhyung - B2ST)


Sou b2auty assumida, e tudo por causa do Junhyung. Após ver Monstar, fui correndo procurar mais sobre o moço e consequentemente, acabei encontrando o grupo que entraria para minha lista de preferidos/amados// , a ponto de me fazer baixar a discografia inteira e ouvir tudo por semanas consecutivas. Mas a questão aqui é a atuação do Jun (se deixarem, falo o resto do post sobre o B2ST, rs), e sério pessoinhas, fiquei impressionada e totalmente cativada com o garoto, não é à toa que ele recebeu inúmeros elogios na época de exibição do drama.



Seu personagem é um cantor no grupo fictício Man In Black (que contou com a participação de alguns dos meninos do BTOB - deveria ter tido mais cenas com o SungJae, não acham?- que atuaram como integrantes ao lado do Jun), idol imaturo e um tanto quanto infantil, após um pequeno incidente é obrigado a tentar consertar sua "imagem" para as fãs, assim o garoto passa a estudar em um colégio e tentará ser um estudante modelo. Lá, ele conhece a Min Se Yi e decide que quer tê-la como parceira acadêmica, porém, a garota recusa.


A partir daí, Seol Chan persegue a Se Yi por todo canto e os dois passam a brigar incansavelmente, era muito engraçado esse relacionamento gato-cachorro deles, rs. Como perceberam, esse casal movimentará as coisas e para completar temos o Sun Woo que complicará a vida do idol, pois também passa a se interessar pela mocinha. O mais engraçado é a forma como o Seol Chan fica perdido, 
não sabendo lidar com o primeiro amor e muito menos, com o ciúme incontrolável que sente da aproximação entre o Sun Woo e a Se Yi.



Considero este, um dos meus personagens preferidos. Simplesmente, pelo fato de retratar totalmente os conflitos que ocorrem dentro dos jovens quando se sente o inesquecível primeiro amor. A forma como Seol Chan fica perdidinho sem saber como agir é um dos clássicos sintomas, aqueles que todos já sentiram em algum momento da adolescência. As ações infantis e caras engraçadas só me conquistavam. P.S.: Ele e suas fantasias me faziam rir muito, kkk. P.S.²: Amava quando ele dizia: "I am STAR!"


She Was Pretty [K-Drama]


Após semanas (perdoem a demora, a blogueira tava atolada com coisas da faculdade), finalmente trago resenha da melhor comédia romântica do ano. Se você ainda não viu este mais que perfeito dorama, digo-lhe com toda a certeza que está perdendo uma oportunidade de ouro de embarcar em uma trama cativante, por isso, não perca mais tempo e dê uma chance a:

She Was Pretty



Sinopse: Quando criança Kim Hye Jin era bonita e popular, mas na adolescência sua aparência mudou. Agora, ela vive com sua melhor amiga e trabalha meio período para pagar as contas. Um dia, Hye Jin é contatada por seu amigo de infância e primeiro amor chamado Sung Joon que está voltando para o país. Os dois marcam um encontro, Hye Jin percebe o quanto seu amigo gordinho mudou, então, decide pedir à uma amiga que se passe por ela. Após isso, Hye Jin consegue um emprego em tempo integral e lá encontra Sung Joon que não a reconhece e a trata com desprezo, como ele reagirá quando descobrir a verdade?
Gênero: Comédia, romance, drama
Ano: 2015
Nº de Episódios: 16
Onde Encontrar: Siwon Fansubs (necessário cadastro para download), Viki (online)

O maior motivo para eu decidir ver este dorama, foi (obviamente) o Park Seo Joon (vocês já devem ter percebido que eu encarnei nesse ator e estou atrás de cada trabalho dele, incluindo comerciais de margarina, kkk) que desde Dream High 2 e Kill Me, Heal Me me conquistou. Porém, ao decorrer dos episódios, fui totalmente cativada pelo enredo de She Was Pretty, em partes, porque me lembrou um pouco do famoso seriado que eu super curtia Ugly Betty (alguém já viu?), mas, mais por ter conseguido dosar tão bem comédia e romance. Além de que os personagens eram incrivelmente cativantes,  também sendo do mesmo roteirista de King of High School  seria meio difícil ocorrer o contrário.

Um dos pontos mais positivos de toda a trama é o quarteto principal: composto de personagens singulares, cada um com sua própria personalidade e muito bem construídos. Esse ano também tivemos outro quarteto legal, em High Society, tínhamos quatro personagens que juntos sustentaram uma trama inteira e só por eles valeu a pena ver o dorama porque o enredo deixou um pouco a desejar (apesar de ser envolvente), porém, She Was Pretty passou longe disto, tanto quarteto quanto enredo foram uma perfeita combinação.
Motivos não faltam para vocês se permitirem conferir este drama:

1) Ji Sung Joon (Park Seo Joon) = Melhor Ex Amigo Gordo dos últimos tempos


Claro, o grande motivo é o protagonista. Só de ter o Seo Joon no elenco já considero um motivo mais que válido para conferir um dorama (se isso não é amor, não sei o que é, rs). Sung Joon acaba de voltar ao país para chefiar a Revista Most e colocá-la no primeiro lugar em vendas. Sem nunca ter esquecido sua amiga de infância Hye Jin, entra em contato com a moça para que se encontrem, porém, no dia do encontro, ele não a reconhece e por uma ocasião especial, passa a acreditar que sua amiga é a Min Ha Ri.



Enquanto isso, na Most, o moço está ao lado de sua verdadeira amiga mas continua sem a reconhecer, e acaba sendo sempre grosso com a Hye Jin verdadeira, chegando até a maltratá-la. Porém, com o tempo, o rapaz passa a perceber semelhanças entre a Hye Jin que trabalha com ele e as lembranças que guardava de sua amiga de infância, como acham que ele reagirá? Só vendo o dorama, haha! P.S.: Eu acho é engraçado esses doramas, sabe? Tipo, Sung Joon era gordo e retorna para a vida da amiga de infância super magro e gato, na vida real, vizinhos gordos crescem e continuam gordos. --' #chateada

Mais uma vez Seo Joon provou quão bom ator é, não é à toa todo o sucesso que o moço está ganhando e eu não sei vocês, mas espero vê-lo em outro dorama ainda este ano.

P.S.²: O que dizer desse olhar?

2) Kim Shin Hyuk (Choi Siwon) = Melhor personagem Cômico do ano


COMO NÃO AMAR ESTA CRIATURA? Shin Hyuk foi sem dúvidas, o melhor personagem de toda a trama. O cara era tão divertido que por si só tornou uma dúzia de cenas mais engraçadas que o normal. O Repórter da revista Most estava sempre de bom humor, não levando a vida muito a sério, apenas encarando tudo com leveza e sorrisos, um verdadeiro exemplo de vida, rs. Ao conhecer a Hye Jin, a qual passou a chamar de Jackson (para entenderem o motivo, só vendo o dorama, haha!), passa a se aproximar da moça e ambos se tornam amigos. Daí em diante, mais gargalhadas para nós telespectadores porque o Shin Hyuk decide zoar sempre que possível a amiga, aquele tipo de amigo chato que a gente na verdade, ama. A escolha do ator, não poderia ser melhor, Siwon por si só já é um cara zueiro, quem acompanha o moço sabe o quanto ele ama brincar com seus amigos do Super Junior ou até mesmo consigo. Sei que sou suspeita elogiando-o assim, sou ELF e amo o Siwon, mas não é só por isso não, sério mesmo, é em grande parte pela sua perfeita atuação (fiquei com muita vontade de ver The King of Dramas, o qual também elogiaram bastante a atuação dele). Para saberem mais do Sr. Zueira só conferindo os episódios.

P.S.³: Não costumo curtir muito, homens de barba,
 mas até que o Siwon ficou gatinho assim.

~ KPOPANDO : Novembro



Iniciando uma nova categoria aqui no blog, dedicada aos Kpoppers de plantão, lhes apresento: ~KPOPANDO. A ideia surgiu após fazer a PAUSE do mês passado (confiram aqui) e sentir uma vontade enorme de comentar determinados MVs que surgiram, mas como eu estava sem tempo para fazer um post para cada musicvideo e queria juntar todos em uma única postagem, eis que me surgiu a pergunta: " por que não fazer uma categoria só para isso?" , e assim foi. Pedi a opinião de várias pessoas que curtem o gênero e todos super gostaram da ideia, portanto, a partir de agora, a cada mês teremos uma playlist só sobre debuts e comebacks dos nossos queridos sul coreanos, tentarei ao máximo sempre publicar no último dia de cada mês (em último caso, na primeira semana, junto com a PAUSE), combinado? Espero que gostem e acompanhem o ~KPOPANDO! Vamos lá?!



LIGHTSABER- EXO




Pois é, eles conseguiram! Lançaram mais uma ótima música no mesmo ano. Só não gostei de termos apenas 3 integrantes no MV (SM foi afetada pela crise? Alguém me explica!) e claro, o mais importante: se era trilha sonora de STAR WARS, porque raios não tivemos lutas com sabres de luz? 
P.S.: Os garotos estão perdoados depois da luta com sabres no MAMA. 
P.S.²: Todos estavam lindos mas Baekhyun ruivo com pirulito na boca arrasou meu !


CHAINED UP - VIXX


Eu tentando resistir á mais um fandom e essas criaturas me lançam essa música, pronto. FOI. O. FIM. Mesmo não tendo surtado horrores, gostei da canção e muito mais da coreografia, confiram esta live depois. 
P.S.³: Ravi tava lindo demais! Neste gif ele está nos convidando para ir 
para a Coreia do Sul, perceberam? ♥ 


PAUSE: Novembro


2015 está indo embora (ainda bem- graças a Deus - não vejo a hora de acabar - quero férias- Help!) - desconsiderem este desabafo/desespero - e claro, não poderia faltar a PAUSE dos últimos dois meses do ano.  Eis que agora irei comentar as músicas que ouvi sem parar no último mês e também (porque não posso perder a oportunidade) das que poderiam ter entrado para a lista mas falharam. 
Ah, confiram a playlist da Juu do blog Louca por Viver, não esqueçam!


1) E o primeiro lugar sinceramente, foi para mim, uma verdadeira surpresa. Primeiro porque eu não tinha parado para ouvir qualquer outra canção desse grupo, segundo - percebi uma galera falando dos moços mas eu tava nem aí (que pecado não é mesmo? rs) , porém, os garotos me trouxeram um dos MVs que mais amei ver este ano. Como não AMAR APOLOGY - iKON? Sério pessoas, apesar da depressão total que ocorre durante cada segundo do musicvideo, eu super curti (beleza que eu tenho uma certa queda/tombo/ por clipes sem cor) e me apaixonei não só pelo vídeo mas pela música, tradução e a frase de efeito que quase me mata do
Confiram:


♫ Me desculpe, me perdoe...
Sinto muito, não pude te proteger, eu espero que você fique bem.
Me desculpe, me perdoe...
Eu espero que você consiga me esquecer, mesmo que isso machuque.
Aquela promessa que fizemos de ficarmos juntos para sempre não existe mais. 
Me perdoe por não poder mantê-la...♫ 

Para conferir a tradução na íntegra clique aqui e deixo abaixo a frase de efeito:

Amar é um vislumbre do céu!

2) Nesta posição, na verdade, não tenho novidade, é a canção que ficou em primeiro lugar no mês passado (leia a playlist anterior aqui) e sério, ainda estou tentando resistir à possibilidade de entrar em mais um fandom maaas está praticamente impossível.
Por isso, eis que em segundo lugar temos: Eternity - VIXX 


♪ Nem mesmo ficar longe de mim por um segundo.
Não, eu só não vou deixar você ir...
Eu vou aceitar cada pequena coisa de você.
Você me ama, certo? ♪

Persevere, Goo Hae Ra [K-Drama]


Aquele tipo de dorama que você começa a ver com pouca expectativa e justamente por este motivo acaba se surpreendendo e ficando totalmente apaixonada pela trama, personagens, trilha sonora e tudo mais. 
Se tornou um verdadeiro prazer acompanhar toda a história desse sexteto incrível.

Persevere, Goo Hae Ra



Sinopse: Goo Hae Ra tem o sonho de se tornar uma cantora famosa para que as pessoas possam conhecer as canções criadas por seu falecido pai. Ao lado de seus amigos Se Chan e Se Jong, ela participa de audições em um programa chamado SuperstarK, após passarem para a próxima fase montam um time ao lado de Henry, Jang Goon e Woo Ri. Esse sexteto não poderia imaginar o quanto esse encontro mudaria a vida de todos.
Gênero: Música, romance, drama, idol
Ano: 2015
Nº de Episódios: 12
Onde encontrar: Kingdom Fansubs (download), Viki (online)

1) Personagens
Goo Hae Ra (Min Hyo Rin)


A protagonista não é do tipo muito marcante, porém isso caiu muito bem para o enredo do drama. Hae Ra tem esse grande sonho de tornar as músicas do seu pai conhecidas e sempre tenta dar o seu melhor para realizá-lo. Em muitos momentos, pensei que até passaria a desgostar dela por sua falta de atitude em determinadas situações mas entendi perfeitamente suas razões, o mais legal de tudo é o quanto a garota é honesta com si mesma e com os outros ao redor, mesmo cometendo seus erros, não espera alguém ir acertá-los, quando o momento exige vai em busca de corrigir suas falhas. Outro ponto muito positivo da moça foi sua perseverança, como o próprio nome do dorama diz, em vários momentos ela manteve a esperança e conduziu/animou o grupo.


Admito, em algumas ocasiões a achava lerdinha mas pouco me importava porque sinceramente, sua lerdeza até que conquistava e na verdade, passei o dorama inteiro só observando meu bias do B1A4 arrasando na atuação. Não conhecia a atriz, a sortuda de plantão que contracenou ao lado de dois gatinhos (me pergunto como faz para ter essa sorte, puttz') me surpreendeu, era comovente à medida e soube realmente se adequar a sua personagem, um "curtir" para a garota.

Kang Se Jong (Kwak Si Yang)


Irmão mais velho do Se Chan e amigo de infância da Hae Ra. Um garoto bem centrado e que sempre age de forma responsável, Se Jong é capaz de qualquer coisa pelo seu irmão, é linda a fidelidade que ele tem para com seu dongsaeng (irmão mais novo). Um dos personagens que mais surpreenderam durante a trama, muitas de suas ações acarretavam em algo muito maior e as escolhas que fazia surpreendiam, não importando o quanto estivesse triste se mantinha firme, e sério pessoas, impossível não acabar gostando mesmo que um pouco dele. Como já devem ter percebido, ele compõe o triângulo amoroso da história junto com o irmão. Se Jong tenta ao máximo esconder/esquecer seus sentimentos pela Hae Ra, tudo para não machucar seu irmão.



E o ator? O gatinho foi um colírio para os olhos, uma pena eu não ter visto outros trabalhos do moço (quem sabe futuramente começo a procurar outros dramas com ele, haha). Sua atuação também merece elogios, em algumas cenas, fiquei totalmente comovida, em uma especificamente falando, quase choro junto com ele, me deu vontade de entrar no dorama e abraçar/consolar/ a criatura, e ator bom é justamente esse, o que consegue te provocar esta sensação. P.S.: O que dizer deste sorriso?


Kang Se Chan (Jin Young - B1A4)


Como já disse, passei o dorama inteiro literalmente babando por esta criatura que estava atuando super bem. Várias vezes senti vontade de entrar na trama e abraçar (muito apertado) este ser. O dongsaeng é um fofo e o personagem caiu muito bem para o Jin, o garoto é fofura em face. Enquanto que o Se Jong tenta não demonstrar seus sentimentos, Se Chan esbanja/espalha/demonstra grandiosamente/ o quanto é apaixonado pela Hae Ra. E sério, quem não gostaria de uma criatura dessas do lado? Não posso falar muito sobre o moço, preciso evitar spoilers, o fato é que o garoto surpreende e choca o telespectador com os acontecimentos que o envolvem.



Jin Young fez um belíssimo trabalho, principalmente após o segundo episódio (para entenderem só vendo o drama), fiquei realmente cativada por sua atuação e soltava vários "owns" mentalmente em suas cenas. Quero o garoto em outro dorama, pra ontem! Preciso de mais Jinzinho em minha vida, além de sua fofura/perfeição/  atuando&vocal incrível, o moço encantou com sua beleza. Esse cabelo preto ficou divino. ♥♥ 
P.S.²: Outro sorriso encantador.


Blackbird: A Fuga - Anna Carey [Livro]


Um daqueles livros que já nas primeiras páginas consegue instigar sua curiosidade, resultando em uma vontade louca de terminá-lo para solucionar todos os mistérios que rondam a trama. Anna Carey apresenta um cenário simples mas que consegue brilhantemente empolgar e prender o leitor até a última página.

Blackbird : A Fuga



Uma garota acorda nos trilhos do metrô de Los Angeles sem lembrar quem é. Há uma mochila a seus pés contendo umas roupas, mil dólares em espécie, um número de telefone e a instrução “Não ligue para a polícia”. Perguntas rodopiam em sua cabeça: Quem é ela? Como chegou ali? O que ela fez? O que significa a tatuagem de um pássaro e o código FNV02198 em seu pulso? Ela mal tem tempo para descobrir sua identidade, e logo percebe que está sendo caçada. Precisa fugir desesperadamente. Não sabe quem são eles, não sabe em quem confiar. Só há uma coisa que sabe com certeza: estão tentando matá-la. Primeiro livro do dueto Blackbird.

Título: Blackbird: A Fuga
Autora: Anna Carey
Páginas: 230
Ano: 2015
Editora: V & R

Após a sinopse tive a certeza de que deveria dar uma chance a esta trama. Não sei vocês mas histórias com certos mistérios, praticamente (sempre) conquistam lugar na minha lista de leituras. Eis que fuçando site sobre livros, encontro este e adivinhem? Fui correndo ler. Não conhecia a autora, procurando mais sobre a mesma, descobri que possui uma trilogia famosa denominada Eva (pretendo ler futuramente, haha) e que este ano retornou com mais um livro (na verdade, dueto) para alegrar seus fãs. Pois bem, se você assim como eu, nem sequer sabia da existência da Srtª Anna Carey, aviso-lhes que esta moça conseguiu me cativar com sua nova obra e que este livro realmente merece ser lido.

Ao acordar no trilho do metrô de Los Angeles, nossa querida protagonista não lembra de absolutamente nada, não sabe quem é, de onde veio ou sequer o motivo de estar naquele local. A única coisa da qual tem certeza é de que não deve chamar a polícia, informação lhe dada por um bilhete que estava em sua mochila, é simples porém, clara. Sem saber o que fazer e em estado praticamente de pânico, ao perceber olhares curiosos sobre si, decide correr e tentar ficar o mais longe possível da atenção de quem quer que seja.

Kill Me, Heal Me [K-Drama]


Um dos grandes títulos do ano e eu ainda não tinha conferido esta trama (acreditam nisso?), demorei muito para finalmente criar coragem e ir ver o tão famoso Kill Me, Heal Me, onde mais uma vez Ji Sung e Jung Eum atuaram juntos (quem não lembra deles no famoso melodrama Secret? Impossível esquecer!). Sendo sincera, optei por este dorama por causa do Park Seo Joon (sempre tem aquele momento na vida de um dorameiro que encarnamos em algum ator e eis que ele é o meu atual amor) e acabei me arrependendo de não ter visto esta incrível história antes, afinal, cada segundo gasto vendo estes episódios é mais que válido.

Kill Me, Heal Me



Sinopse: Cha Do Hyun é um herdeiro de terceira geração que desenvolveu transtorno dissociativo de identidade após uma sequência de vários eventos traumáticos. Ele tenta recuperar o controle sobre sua vida com a ajuda de Oh Ri Jin, uma residente de psiquiatria no primeiro ano, que o ajuda em segredo. Mas o irmão gêmeo de Ri Jin, Oh Ri On, é um escritor que está determinado a descobrir a vida sem escrúpulos dos ricos e começa a seguir Do Hyun. Pode Do Hyun assumir o controle sobre sua condição antes que uma de suas sete personalidades assuma o controle sobre ele?
Gênero: Comédia, romance, drama
Ano: 2015
Nº de Episódios: 20
Onde Encontrar: Siwon Fansubs (download), Viki (online)

Como disse anteriormente, o verdadeiro motivo para eu ir conferir Kill Me, Heal Me, foi o fato de ter meu ator do momento, Park Seo Joon , porém, ao decorrer dos episódios, fiquei cada vez mais envolvida com a trama e personagens, e ainda estou admirada pela brilhante atuação do Ji Sung. Com um roteiro tão original, o dorama consegue realmente prender o telespectador e fazer com que seja praticamente impossível abandonar esta comédia romântica - com toques de drama - antes do último episódio. Confiram os motivos os quais vocês devem dar uma chance a este roteiro:

1) Brilhante/Impecável/Incrível/ Atuação do Ji Sung


O trabalho do moço era realmente difícil, interpretar 7 personagens vivendo em apenas um, e sério pessoas - ele deu um show. Palmas! Cha Do Hyun sofre com transtorno de personalidade múltipla, por causa de um grande trauma em sua infância, sua mente acabou criando sete "outras pessoas" dentro dele mesmo e assim, sofre por sempre ter que arrumar a bagunça que todos os seus outros "eus" fazem. Eu ficava realmente pasma com a capacidade do Ji Sung de ser totalmente diferente dependendo de qual "pessoa" estava no comando, até as caras e bocas dele mudavam, gente! Cada personalidade tinha sua própria característica e o mais legal é que antes mesmo de ser anunciado quem era, já era possível perceber, tudo por causa do Ji Sung. Vamos as personalidades? Haha'


Do Hyun é gentil, amável e tem o estilo bem "normal demais". Sofre com todas as confusões de suas outras personalidade, sempre precisa consertar as bagunças deixadas por elas (o que em alguns casos garante ótimas cenas de comédia , rs). Dividir seu eu em vários pedaços foi a maneira que encontrou para de alguma forma contornar toda a dor de seu trauma, quando descobri o que tinha acontecido com o moço, senti muito pena, é algo triste e se pararmos para pensar, de alguma forma, seria realmente impossível ele passar por tudo aquilo e continuar 100% são.


Enquanto isso, temos a personalidade mais agressiva, Shin Se Gi. Um dos que mais complicava a vida do Do Hyun e acarretava em enormes problemas para ele. Se Gi é o lado mais cruel, pavio curto, que não mede esforços para conseguir o que quer. Nutre um amor pela Ri Jin e passa a perseguir a moça sempre que consegue aparecer , apesar do seu jeito, foi um dos que mais gostei. Com seu estilo bad boy, o rapaz conseguiu me conquistar e quando soube o verdadeiro motivo pelo qual foi criado, senti ainda mais afeto por ele. E sendo sincera, Se Gi era de longe, a personalidade que melhor se vestia. O cara sabia ficar lindão e charmoso!



Temos também os irmãos gêmeos, Yo Sub e Yo Na. Yo Sub é um garoto de 17 anos de idade que sempre que aparece tenta se suicidar, totalmente depressivo e não consegue encontrar nada no mundo que o agrade. Mas de algum jeito, conseguiu ganhar um lugarzinho no meu coração, foi a personalidade que me deu vontade de adotar.



Topo