Menu

Dream High 2 [K-Drama]


Após a primeira temporada de Dream High (a qual gostei muito), claro, cederia um espaço na minha lista enooorme de doramas que pretendo ver e conferiria a sequência inesperada desta trama. Com novos personagens, temos desta vez uma história que até tentou manter resquícios da anterior, o que sinceramente, na minha opinião, não funcionou da maneira que deveria.

Dream High 2



Sinopse: Segunda temporada de Dream High, com novos personagens correndo em busca do sonho de se tornarem estrelas mundiais.
Gênero: Música, romance, idol, colegial
Nº de Episódios: 16
Ano: 2012
Onde encontrar: Viki (online), YoFansub (download), Urameshi Downs (download)

Como na temporada anterior, também temos aqui jovens que buscam um grande futuro na indústria musical, desta vez, abordam um olhar mais técnico e tentam retratar a situação dos idols + empresa, o que eu até achei legal. 
Ah, lembram do colar? Ele também está de volta.


1) Personagens:

JB (JB - GOT7)


Acho que o maior motivo para eu ter conseguido ver este drama até o final, foi este personagem. Não sou fã do GOT7 (por enquanto, rsrs) e sendo sincera, nem ligava para o grupo, maaas,  após este drama decidi que assim que tiver um tempinho, vou conferir algumas músicas deles e quem sabe, adicionar à playlist KPop do meu celular. O fato é que esta temporada não me cativou como a anterior, se consegui terminar este dorama em tempo razoavelmente normal sem nem ficar adiando ou reunindo paciência para concluí-lo (como aconteceu com Orange Marmalade - em breve resenha), foi unicamente por causa do JB. P.S.: Esse sorriso!



Desde o começo gostei muito do garoto, apesar de agir como um idol arrogante, aparentava ser mais do que isso e não me enganei, ao decorrer dos episódios, JB mostra quem realmente é. Membro do boygroup Eden e muito próximo da Lian (do grupo HershE), ao retornar para a Kirin Art School, reencontra a sua fã Hae Sung (a qual conheceu em uma ocasião inesperada) e bem, daí vocês já podem tirar suas conclusões, haha.

O triste é que o roteiro desta sequência teve falhas (falarei mais sobre isso posteriormente) e uma delas foi a abordagem dele na história, era como se inicialmente tivéssemos um JB e mais para o final, um outro. Claro, mudanças na personalidade dos personagens acontecem, principalmente após eventos que provocam reações inesperadas, porém, senti que a trama se arrastou demais e levou meu querido protagonista junto. Apesar disso, não detestei o moço, ele era tão tranquilo e fofo que realmente conseguiu me cativar.


Não achei a atuação do garoto surtante, mas não considero ruim. Nas cenas em que dançava/cantava/ era simplesmente incrível e curti muito, já nas em que precisava chorar, não me convenceu, rs. Nem vou mencionar o quanto achei o JB uma gracinha! *-* Só não aprovei aquela mudança de visual lá nos últimos episódios, preferiria o cabelo do jeito que estava.


As Vantagens de Ser Invisível [Filme]


Após ler o livro (confira a resenha aqui) e ficar totalmente encantada com a história, finalmente conferi a adaptação cinematográfica, e ainda estou sem palavras por não conseguir acreditar no fato do filme ser tão bom quanto a obra original. Se você ainda não cedeu um momento para As Vantagens de Ser Invisível, aconselho (e muito!) que reserve um pequeno espaço na sua agenda para acompanhar Charlie em sua busca para tentar se encaixar no mundo.

As Vantagens de Ser Invisível



Sinopse: Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Seu professor de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si... até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.
Gênero: Comédia dramática, romance
Ano: 2012
Onde encontrar: Mega Filmes (online)

O principal motivo para eu ver o filme, sem dúvidas, foi o fato de ter amado o livro e claro, seria normal estar receosa se tratando de uma adaptação mas desta vez, nem fiquei. Após duas recomendações de pessoas próximas, decidi que tinha passado da hora de ver o Charlie em forma de gente e não apenas imaginá-lo em minha cabeça. Além do roteiro muito bem adaptado (em parte - creio eu - por causa do Stephen Chbosky ter trabalhado ativamente com um dos produtores), o elenco também não poderia ter sido melhor. Emma Watson (minha querida inesquecível Hermione Granger), Logan Lerman (Percy Jackson e o Ladrão de Raios - só leiam o livro, não percam tempo com o filme) e Ezra Miller (não conhecia o ator mas ficarei de olho nele a partir de agora, principalmente porque viverá o Flash em Liga da Justiça), tudo isso, resultou em um daqueles títulos cinematográficos que merecem e devem ser vistos!

Confiram o trailer:


Noragami [Anime]


Um dos títulos que surgem para chamar a atenção dos fãs de animes, com uma história meio básica porém cativante, Noragami consegue prender a atenção, trazendo um shounen divertido e muito interessante. Uma das indicações que faço sem medo de errar, não é à toa que entrou para minha lista de preferidos, por isso, trago resenha deste ótimo anime.

Noragami



Gênero: Ação, aventura, shounen, sobrenatural
Nº de Episódios: 12
Ano: 2014
Onde Encontrar: Animakai
Sinopse: Yato é um deus menor, cujo sonho é ter um monte de seguidores para adorá-lo e orar com ele. Infelizmente, o seu sonho está longe de se tornar realidade pois não tem sequer um único santuário dedicado a ele. Para piorar as coisas, o único parceiro que tinha e o ajudava a resolver os problemas das pessoas, acabou de sair do trabalho. Sua existência divina e sorte só passa a mudar quando se depara com Iki Hiyori.

Este foi um dos animes que assisti meio que por acaso e acabei completamente apaixonada pela história e personagens, a ponto de ir correndo ler o mangá (quem quiser lê-lo, clique aqui) para assim, poder acompanhar as posteriores aventuras deste trio. A trama conta sobre como vivem os deuses, equipados com suas regalias (espíritos que usam como armas) precisam derrotar fantasmas (os espíritos maus) e manter um equilíbrio entre esta margem (a dos vivos) e a outra (dos mortos), além de precisarem ter seguidores para que suas existências não sejam esquecidas.


  • Personagens:

Yato


O deus menor mais engraçado dos últimos tempos. Yato é um deus que anda nas ruas com moletom e nem sequer possui um santuário. Seu sonho é conseguir reunir diversos seguidores e para isso aceita qualquer tipo de serviço (qualquer um mesmo, rs), desde encanador à faxineiro de casinha de cachorro, kkk.


Certo dia, em um de seus serviços acaba conhecendo a Iki Hiyori e por causa de um acidente, a moça passa a ter que viver atrás dele, cobrando um serviço. Essa aproximação iria acabar se transformando em uma grande amizade e ambos passam a ajudar um ao outro. Porém, o jeito descontraído do Yato esconde quem verdadeiramente ele é, um deus da calamidade que parece ter cometido muitos erros anos atrás e que possui muitos mistérios em relação ao seu passado e origem.

Yong Pal [K-Drama]


Finalmente trago resenha de um dos meus maiores surtos doramáticos do ano, com uma junção de gêneros e um elenco incrível, Yong Pal conseguiu surpreender e conquistar os telespectadores (não é à toa que arrasou em audiência lá na Coreia). Acho que quem segue meu twitter não aguentava mais me ver comentando (e surtando) sobre este drama (P.S: obrigada a @Cerine_chan do blog "Coração Feroz" por surtar junto comigo, sempre me fazendo companhia - e me deixando mais curiosa - a cada episódio, rs - Ah! Beca! Tu também deve ser mencionada afinal, a conheci graças a este dorama. Minha parceira <3). Uma das tramas que mais me surpreenderam este ano e que garantiram um lugar especial na lista "doramas que super recomendo!"
Se você ainda não viu, lhe pergunto:"O que está esperando?"

Yong Pal



Sinopse: Necessitando de uma grande quantidade de dinheiro, Kim Tae Hyun recorreu a um agiota para assim, poder pagar o tratamento de diálise de sua irmã mais nova. Agora, para quitar sua dívida, trabalha como cirurgião no hospital Hanshin e nas horas vagas trata clandestinamente de bandidos, recebendo o apelido de Yong Pal. Porém, sua vida muda repentinamente quando encontra Han Yeo Jin, uma herdeira chaebol que estava em coma e que agora, ao acordar, buscará vingança contra todos que a mantiveram nesse estado.
Gênero: Médico, ação, romance, drama
Nº de Episódios: 18
Ano: 2015
Onde encontrar: Viki (online) , Meteor Dramas (necessário cadastro p/ download)

O enredo pareceu um verdadeiro conto de fadas moderno, uma versão de A Bela Adormecida (com uma participação especial do lobo  da Chapeuzinho Vermelho) super repaginada, com direito a tudo que você imaginar, apenas algumas alterações, como exemplo, não temos madrasta maaas temos um irmão que foi até pior. Temos também, uma bruxa maluca, um lobo mau e claro, 
o príncipe encantado que todas as meninas pedem aos céus.

1) Personagens

Kim Tae Hyun (Joo Won) - O Príncipe Encantado


Sou super suspeita para falar do Joo Won, afinal, o moço é um dos meus atores coreanos preferidos, quando soube que estava voltando as telinhas fui correndo baixar o dorama,rs. Mais uma vez, Wonzito interpreta um médico, porém diferente de Good Doctor (onde ele trabalhava na pediatria do hospital e possuía Síndrome de Savant e autismo - P.S.²: o Joo Won atuou brilhantemente, vale a pena conferir), aqui o moço é um talentoso cirurgião.



Um personagem totalmente apaixonante, Tae Hyun é capaz de muitas loucuras para conseguir dinheiro para o tratamento da irmã (quem não gostaria de um irmão desse?), com sua atividade clandestina chama a atenção da polícia e começa a ser procurado (o que garante ótimas cenas de ação), fora isso, acaba envolto em uma grande conspiração no 12º andar do hospital onde trabalha, neste local além de pacientes comuns, há um que mudará sua vida completamente. Ele é designado para tratar de Han Yeo Jin, após esse encontro, Tae Hyun descobre que a garota pode estar em estado Bela Adormecida obrigatoriamente, o que acham que ele fará agora? Só vendo o drama para descobrir, haha

Sem sombra de dúvidas, este personagem foi um dos melhores do ano, seu jeito bom moço idealista e politicamente correto só conquistou, não era aquele tipo que parece forçado a ser o "bonzinho", não. Tae Hyun desde o início agiu de acordo com seus princípios e se fez algo ruim em algum momento foi por causa de alguma circunstância que o obrigou. Sendo assim, é realmente impossível assistir ao dorama e não se encantar com sua pureza e bondade, fora o fato de sua fofura - sério pessoas - o rapaz apaixonado era um verdadeiro espetáculo! E o que dizer do Joo Won? Cada vez que vejo dramas com ele sempre me surpreendo com o quão versátil é, a cada papel parece ser outra pessoa e em cenas em que precisa se emocionar/chorar/se desesperar/ o Wonzito comove a ponto de fazer o telespectador querer entrar na tela para confortá-lo. Não deixem de conferir os outros trabalhos dele (Tomorrow's Cantabile, Bridal Mask), vale muito a pena ver este ser atuando! ♥ P.S.³: Esse cabelinho pra cima: LINDO! ♥♥

Han Yeo Jin (Kim Tae Hee) - A Bela Adormecida

Yeo Jin foi uma das melhores personagens femininas do ano, inicialmente pareceu que seria apenas uma daquelas mocinhas que sofrem caladas e ficam como toda aquela conversinha besta de "sou uma grande vítima" , mas se enganou quem pensou isso. Após um acidente onde perdeu seu noivo, devido a algumas circunstâncias, ela é colocada em coma e assim torna-se uma Bela Adormecida moderna, porém, após três anos, acorda em um determinado momento e decide ir atrás de sua vingança, para acabar com todos que ousaram colocá-la em sono profundo, mais especificamente, seu irmão mais velho, Han Doo Joon que fez tudo isso por causa de sua grande ambição.


Ao decorrer dos episódios, acompanhamos toda a evolução da Yeo Jin, os motivos que a levaram a se tornar tão imparcial e fria - e quando digo fria, digo cubo de gelo - de certa forma, torna-se possível para o telespectador sentir toda a dor que ela passou e a razão de desejar tanto acabar com os que a fizeram ficar aprisionada em seu próprio corpo, não acho justificável a ponto de concordar com suas ações após se libertar, mas é compreensível, em partes. Não conhecia a atriz (nunca havia visto outros trabalhos dela) e fiquei impressionada com sua atuação, principalmente nas cenas em que precisava demonstrar todo o seu ódio (os olhares cubos de gelo dela eram surreais) e gostaria de ter a oportunidade de vê-la em outros doramas.

PAUSE: Setembro


Como contei mês passado, esta categoria é uma parceria com o blog Louca por Viver (não deixem de conferir!), estaremos todo mês publicando uma playlist sobre as canções que embalaram nossos dias, a trilha sonora da vida real, a qual é impossível de dar PAUSE (não sei vocês mas eu realmente não consigo pausar certas músicas). Vamos para as canções de Setembro?!


1) Em primeiro lugar: LET'S NOT FALL IN LOVE - BIGBANG - quem deu uma olhadinha no post do mês passado (leia aqui!) ou conferiu o meu amor/surto/ pelo MV+ música (não viu? Clique aqui!) deve ter percebido que eu realmente me apaixonei por esta canção. Sério pessoas, ouvi tantas vezes que não consigo nem expressar em números, rsrs.


♫ Não espere muito de mim.
Eu também não quero te perder.
Antes que as coisas se aprofundem tanto, antes que você se machuque...
Não confie em mim. ♫

2) Além da faixa acima, outra que conseguiu também me cativar a ponto de eu ouvir sem parar foi esta aqui. Culpa do dorama Yong Pal (em breve resenha) que além de me fazer surtar com seus episódios semanais, conseguiu me viciar em sua OST. 
Apresento-lhes Nightmare - Junhyung (BEAST) feat Gayoon (4Minute).


♫ Para sempre, parece que nós estamos parados na eternidade.
As minhas lágrimas estão se espalhando agora, mas parece que as sua mãos não podem alcançá-las.
Por favor, faça chover em meu coração frio e congelado para que eu possa respirar de novo...
Por favor, me acorde desse pesadelo. ♫

Topo