Menu

~KPOPANDO: Março


E março trouxe uns comebacks mais interessantes - outros nem tanto, alguns poderiam ser descartados da face da terra- , enfim: um debut específico chamou a minha atenção, sabem de quem estou falando? Não? Leiam o post e confiram!


CALL YOU BAE - JIMIN (AOA) FEAT XIUMIN (EXO)



E já começamos março com um single de um casal inesperado brotando do nada, assim como aquele feat do Baekhyun e Suzy, lembram? O mais interessante é que os dois envolvidos realmente ficaram bonitinhos juntos, eu achei até que ambos estavam fofos e possuíam um mínima química. Não conheço o AOA, muito menos a Jimin, porém até que curti a voz da garota, bem pouco mas curti, e o que dizer do Xiumin? Além de LINDO (SÉRIO, QUE CABELO FOI ESSE? POR MIM, ELE DEIXAVA ASSIM POR UNS 2 ANOS!) demonstrou que tem uma voz boa que é pouquíssimo aproveitada no EXO - quem sabe isso mude algum dia e deem mais linhas pra ele . O musicvideo é bem fofo, com aquele conceito casalzinho teen. Mas o que eu mais gostei foram as carinhas do whatsapp aparecendo como figurantes.

Cart [K-Movie]


Decidi começar a diminuir a lista de filmes os quais tenho vontade de ver, e o primeiro escolhido foi um que há tempos (coloque "tempos" nisso) eu pretendia conferir e ficava protelando sem necessidade (e olha que no elenco tem a presença do meu bias do EXO, imagina se não tivesse). E finalmente, conferi Cart e como simplesmente, curti demais cada minuto deste filme, decidi trazer resenha para vocês. Confiram!

Cart



Sinopse: Sun Hee é mãe de duas crianças, ela trabalha em um supermercado como caixa. 
Hye Mi é uma mãe solteira e colega de trabalho de Sun Hee. De repente, trabalhadores são demitidos. 
Esses trabalhadores se revoltam contra suas demissões injustas 
e começam um período de batalha por seus direitos.
Gênero: Drama (baseado em fatos reais)
Ano: 2014
Onde Encontrar: Urameshi Downs (download), Subarashiis (download)

Como mencionei, decidi este ano tentar diminuir minha lista de filmes e eis que o escolhido para iniciar este projeto em minha vida, foi Cart. Primeiro, confesso, escolhi devido à presença do D.O. (EXO), porém a sinopse por si só sempre me chamou a atenção pelo fato de ser baseada em um caso que realmente aconteceu, e ao juntar todos estes fatores, finalmente conferi o filme e lhes afirmo: não me arrependi. Recomendo (e muito!) que vocês deem uma chance a este enredo que sem sombra de dúvidas, traz mensagens preciosas para o telespectador.

Como gostei muito do filme, acho digno relatar os motivos pelos quais vocês também deveriam dar uma chance a este filme. Então, vamos lá?!

1) Roteiro x História verdadeira resultando em uma ótima produção

Por ser baseado em uma história real, imaginamos que tudo retratado realmente aconteceu, mas não tem como saber exatamente, pois sempre há infinitas alterações quando se trata de adaptar uma história para as telinhas.  O fato é que sendo tudo aquilo verídico ou não, há sempre uma base por trás do enredo e isso é totalmente notável em Cart. A trama do filme retrata a luta de trabalhadores que dedicaram parte de seus dias servindo à uma empresa que de repente, do nada, quer excluí-los, mandá-los para o olho.da.rua. Isso mesmo, imagine você trabalhar em uma empresa por anos, sendo esta sua única fonte de renda para sustentar seus filhos e do nada, decidem que você deve ser despedida. Sun Hee (Yum Jung Ah), nossa protagonista é um funcionária modelo que jamais cometeu qualquer erro em seu trabalho, e quando está prestes a ser promovida, é na verdade, demitida. Junto com outras funcionárias, principalmente a Hye Mi (Moon Jeong Hee), decidem buscar seus direitos e assim, iniciam uma greve que trariam consequências surpreendentes.

Choco Bank (Mini Drama) [K-Drama]


Trago hoje mais uma dica de mini drama cativante, aquele do tipo: delícia de ver, em que você assiste todos os episódios sem parar e quando finalmente acaba, já está com saudades. Além de que, tem um ótimo extra adicional pois o protagonista é interpretado por um dos maiores dançarinos já vistos no ~kpop, o implacável Kai do EXO, se isso não é motivo suficiente para vocês decidirem ver este dorama, não sei mais o que será.

Choco Bank



Sinopse: Choco Bank conta a história de um rapaz chamado Kim Eun Haeng (Kai), que se graduou na faculdade mas não consegue encontrar um emprego. A trama se desenrola quando Eun Haeng encontra Ha Cho Co (Park Eun Bin) que está se preparando para iniciar um negócio,os dois se encontram e decidem formar uma parceria.
Gênero: Drama, romance, negócios
Nº de Episódios: 6 (com aproximadamente 15 minutos cada)
Ano: 2016
Onde Encontrar: Kai Union Brasil (download/online)

Kai interpreta Eun Haeng que há 5 anos está desempregado, porém é obrigado a mentir e sai todos os dias vestido com um terno fingindo estar trabalhando em um banco. Tudo isto por causa de sua mãe que se recuperou milagrosamente de uma doença após saber que seu filho finalmente possuía um crachá empresarial. O moço aproveita as suas falsas idas ao trabalho para procurar algum outro emprego pois sua ~omma já está cobrando seu primeiro salário, e em uma dessas procuras acaba conhecendo Cho Co.
A garota literalmente é barrada pelo Eun Haeng por causa de uma pequena confusão que atrapalha a vida financeira dela (só conferindo o mini drama para entender /haha) e assim, ele acaba meio que sendo arrastado e sequestrado pela Cho Co. A protagonista feminina é dona de uma uma doceria, especificamente falando, uma "chocolândia" /já vou avisando: vocês irão entrar automaticamente em clima de Páscoa e ficar com água na boca por causa dos chocolates que ela faz /rs. Após uma conversa e devido ao erro cometido pelo Eun Haeng - o qual atrapalhou as finanças da Cho Co - os dois decidem se tornar parceiros de negócios, onde ele a ensinaria como administrar melhor seu negócio e ele atenderia aos clientes ao mesmo tempo em que ofereceria-lhes conselhos sobre finanças. 

Moorim School [K-Drama]


E finalmente consegui um tempo para finalizar um dos meus queridinhos do ano. Aquele dorama que você começa a acompanhar mais por causa de determinado ator e acaba completamente apaixonada por tudo, exatamente tudo. 
É muita coisa para comentar, então não garanto uma resenha curta, preparem-se!


Sinopse: A Escola Moorim não está focada exclusivamente em altas pontuações acadêmicas, ela ensina suas virtudes aos alunos, incluindo a honestidade, fé, sacrifício e comunicação. Os professores e alunos da escola vêm de diferentes países e cada um tem suas próprias histórias.
Gênero: Ação, fantasia, romance, drama, mistério, colegial
Nº de Episódios: 16
Ano: 2016
Onde Encontrar: Viki (online), Meteor Dramas (download), Fighting Fansub (download), DramaFever (online)

E como mencionei lá em cima, Moorim School se tornou um dos meus queridinhos do ano. A história que me cativou desde o primeiro episódio, não fez diferente ao decorrer dos outros e só me fez amar cada vez mais acompanhar todos os personagens envolvidos na trama - e olha, foram muitos - ao ponto de eu estar agora sentindo falta de todos e de tudo que foi o dorama. Como não seria justo fazer diferente, trago na resenha os motivos que fazem deste drama um título obrigatório na sua lista doramática:

1) Rivalidade/Amizade entre Wang Chi Ang (HongBin -VIXX) 
e Yoon Shi Woo (Lee Hyun Woo)


E eis aqui os dois protagonistas que mais me encantaram até agora em toda minha vida doramática - e olha que a blogueira aqui passou dos 50 títulos faz tempo - Chi Ang e Shi Woo conseguiram a proeza de me fazer amá-los por igual em todos os 16 episódios. Geralmente, em doramas com dois protagonistas masculinos, eu sempre tenho um preferido e mesmo que sinta afeto pelo outro nunca - até agora - me aconteceu de gostar dos dois por igual. Mas como tudo na vida tem uma primeira vez, eis aqui a minha. Justamente pelo fato de ter amado os dois na mesma proporção - se nós três fossemos um triângulo amoroso, eu ficaria com os dois /haha - não poderia colocá-los em posições diferentes, então afirmo que só pelo Chi Ang e Shi Woo vale muito, mas muito mesmo, a pena ver Moorim School.

O Yoon Shi Woo é um cantor de um grupo - que na trama - é muito famoso, o típico idol. Por outro lado, o Chi Ang é o futuro sucessor de uma enorme empresa, um conjunto de empresas, herdeiro chaebol. O evento onde o Shi Woo foi se apresentar era patrocinado pela empresa do Chi Ang e após um erro na reserva do quarto de hotel, ambos acabam se conhecendo por acaso, devido a pequena confusão acabam trocando suas jaquetas, sendo que ambos tinham coisas importantes nelas. Durante a apresentação, um acidente quase ocorre e após ser evitado, uma garota chamada Sun Ah diz ao Shi Woo que ele deveria ir ao instituto Moorim. Daí em diante, cada um por seu próprio motivo acaba se direcionando para a escola.

The Walking Dead (3º Temporada) [Série]


Continuando a maratona TWD eis que cheguei na temporada que mais gostei dentre as que vi até agora, em parte pela grande evolução de determinados personagens, e em outra, pelo aparecimento de um vilão marcante na série. Para conferir a resenha das temporadas anteriores, clique aqui.

The Walking Dead (3º Temporada)



Sinopse: Depois que os mortos invadiram a fazenda, os sobreviventes peregrinam por alguns meses procurando por abrigo, até que encontram proteção atrás das grades de uma prisão abandonada. Porém, a paz conquistada não dura muito tempo, pois o novo abrigo dos sobreviventes desperta a inveja do primeiro grande vilão da série: o Governador, sádico líder de uma comunidade não muito longe dali chamada Woodbury.
Agora o grupo de Rick deverá lutar para defender seu novo lar e suas vidas.
Gênero: Drama, ficção, terror, zumbi, thriller
Ano: 2012- 2013
Nº de Episódios: 16
Onde Encontrar: Melhores Torrent Brasil 

Aviso: Para quem não conferiu a temporada anterior, há possíveis spoilers aqui!


Após o fim da segunda temporada, a terceira inicia-se alguns meses depois do grupo ter saído da fazenda, Lori está no último mês de sua gestação e claro, é necessário encontrar um lugar para que a moça possa ter sua bebê. Finalmente, o grupo se depara com um possível novo lar, uma prisão abandonada e então, decidem fazer dali sua nova casa. Entretanto, a estadia não é tranquila e um acontecimento inesperado coloca os nervos de todos à flor da pele.

Remember - War of the Son [K-Drama]


E finalmente trago resenha do recente trabalho do Seung Ho: Remember. Aquele típico melodrama que só traz sofrência para o telespectador e faz o desespero por um final feliz ser cada vez maior ao decorrer dos episódios. Para os fãs de uma trama melodramática, esta é uma ótima proposta.

Remember - War of the Son



Sinopse: Jin Woo tem a condição de Hipertimesia que lhe permite lembrar quase todos os dias com detalhes perfeitos. Para provar a inocência de seu pai que foi acusado injustamente, torna-se um advogado. Ele começa uma verdadeira batalha contra as pessoas que incriminaram seu pai, ao mesmo tempo em que começa a perder sua memória devido à doença de Alzheimer.
Gênero: Melodrama, drama, crime
Ano: 2015 - 2016
Nº de Episódios: 20 
Onde Encontrar: Drama Fever (online) , Viki (online)

Personagens

Seo Jin Woo (Yoo Seung Ho)

O protagonista da vez é o Seung Ho e como eu sou fã do ator desde I Miss You (talvez um dia eu traga resenha deste drama) não perderia a chance de conferir o recém trabalho dele. Jin Woo é um garoto do colegial que vive apenas com seu pai, em uma casa simples porém repleta de amor/união. Ambos são incrivelmente unidos e sinceramente, foi uma das relações pai-filho mais lindas que já vi em kdramas. Tudo se tornava ainda mais belo quando descobre-se que os dois foram os únicos que sobreviveram após o trágico acidente que matou o irmão e mãe do Jin Woo, restando apenas ele e o pai, ambos decidiram se tornar o apoio emocional um do outro, formando uma união invejável. Porém, tudo desaba quando Jae Hyuk (Jun Kwang Ryul), o pai do Jin Woo, é acusado de matar uma moça.
Desesperado para provar a inocência de seu pai, Jin Woo recorre a vários advogados, encontrando assim o Dong Ho - advogado esse que teria um papel muito importante no futuro do Jae Hyuk - e pedindo para que ele defendesse seu pai no julgamento. 
Após isso, não posso contar o que acontece senão perderá a graça mas garanto que vocês irão se surpreender. Enfim, Jin Woo foi o típico protagonista determinado; de início, pouco agressivo por ser jovem e ter tido uma vida, na medida do possível, tranquila, entretanto, ao se deparar com uma situação onde precisou amadurecer e ir em busca de justiça, soube como ninguém ser perseverante. Sua memória era absurdamente incrível, sendo capaz de lembrar de tudo nos mínimos detalhes (essa memória seria perfeita para eu tirar vários 10 nas disciplinas da faculdade), o que acabou sendo um desvantagem posteriormente, mas só assistindo para saberem exatamente como.

Sou suspeita pra falar do Seung Ho, mesmo assim, não canso de dizer o quanto admiro a interpretação do rapaz que sabe como ninguém cativar e emocionar. 

O que eram aquelas cenas em que ele chorava? Batia uma bad instantânea em mim e olha que nem sou fácil de chorar assistindo algo. Por isso aviso que se você for uma manteiga derretida, assista o dorama com lencinhos do lado. E para quem quer conferir outro trabalho do Seung Ho sem risco de inundar a casa, aconselho o recente mini drama Imaginary Cat, onde você irá vomitar muitos arco-íris. P.S.: Vale a pena conferir ambos só por causa do Seung Ho. ♥ 

PAUSE: Fevereiro


Mais uma PAUSE para vocês, e desta vez a do mês carnavalesco. Será que teremos marchinhas de Carnaval aqui? Provavelmente não. Na verdade, é claro que não /kkk. Bom, não deixem de dar um pulo no blog Louca por Viver e conferir a playlist da Ju. 
E eis aqui a minha:


1) Em primeiro lugar: Os garotos que salvaram janeiro de uma onda zzzzz capopense: SENTIMENTAL - WINNER. Se vocês ainda não ouviram esta música - mesmo após todo o meu surto no post do ~KPOPANDO, acho que deveriam fazê-lo, tipo... agora!



♫ Estou sentimental agora...
Eu só encaro o teto 
Mesmo que só haja uma parede branca
Eu estou levemente sentimental agora
Meu pequeno quarto está tão grande hoje...
Para eu ficar à toa sozinho nele ... ♫
Topo