Menu

~KPOPANDO: Julho


É para quem estava esperando este post sair, já pode comemorar! E digo mais: preparem-se para um dos meses mais badalados do kpop no sentido de lançamentos para todos os gostos, desde bad gratuita... passando por uma leve depressão... animando a vida com canção eletrônica... abuso do badass... inovação musical - reggae no capope! - e finalmente, o encerramento com um choque na família tradicional coreana. Confiram!

RIBBON - BEAST



Então... após o pré lançamento Butterfly - o qual eu desgostei totalmente - minha esperança era que Ribbon salvasse o comeback do BEAST, o que infelizmente não ocorreu. A faixa é ouvível mas passa longe de ser um single balada romântica que funciona bem, como por exemplo, 12'30. A beauty aqui realmente está chateada e agora, minha última esperança é encontrar no álbum alguma canção que me cative porque sinceramente, estas promocionais foram zzzz demais. Tá parecendo que o grupo pegou o mal do BTOB e agora só quer lançar música romântica /afz/... já estou com saudades das Eras Good Luck, Fiction e Shadow! A versão acústica - nada convencional - ficou 1000 vezes melhor, confira clicando aqui.
O jeito é pular para o próximo single...

Pure Love (Unforgettable) [K-Movie]



E como não poderia deixar de comentar, trago hoje resenha do mais recente trabalho do D.O. do EXO - meu bias amor <3 - um filme romântico, dramático e sensível. Este é o tipo de título que deveria se tornar obrigatório na lista dos fãs de filmes coreanos, afinal não é sempre que um kmovie tão maravilhoso é lançado.

Pure Love



Sinopse: Durante um programa de rádio uma carta de 23 anos atrás é lida. Através da carta a história de cinco amigos é contada. Uma história de amor e sobretudo de amizade, que certamente deixará todos comovidos. (Fonte: Kingdom Fansubs)
Títulos: Pure Love, Unforgettable
Gênero: Drama, melodrama, romance, amizade
Ano: 2016
Onde Encontrar: Fighting Fansub (download), Kingdom Fansubs (download)

Como mencionado na sinopse, a trama inicia-se em um programa de rádio onde uma carta endereçada ao locutor Hyeong Joon (Park Yong Woo) é lida. Ao lê-la, as memórias até então guardadas, começam a reaparecer e o apresentador, bem como seus ouvintes, embarcam em um flashback, recordando os tempos em que compartilharam juntos, uma inocente e verdadeira amizade. 
Assim somos apresentados aos cinco amigos, Soo Ok (Kim So Hyun), Beom Shil (Do Kyung Soo), Gil Ja (Joo Da Young), San Dol (Yun Joon Suk) e Gae Deok (Lee David). Os 5 jovens costumam aproveitar o máximo de tempo possível juntos em sua vila, muitas vezes até se aventurando. E este quinteto soube ter uma química tão incrível, sério gente, é do tipo de elenco que te faz realmente acreditar que todos são amigos há anos. Temos também os atores que interpretam os nosso jovens na fase adulta e mesmo a trama passando-se na maior parte do filme em 1991 com o elenco juvenil, quando os adultos apareceram também souberam cativar e emocionar.

Another Miss Oh [K-Drama]


E após infinitas recomendações, decidi conferir um dos dramas mais comentados deste ano. E olha, não poderia ter escolhido época melhor pra assistir isto aqui, pois não tive que aguentar as preocupações semanais com o que poderia acontecer na trama, simplesmente conseguindo na minha última semana de férias - antes de voltar a ser escrava da faculdade e atrasar todos os doramas - fazer uma verdadeira maratona e me deliciar com cada episódio. Agora eu sei o porquê de tantas pessoas estarem encantadas e comentando loucamente sobre este título, logo, é mais que merecido ele ganhar uma resenha aqui no blog.

Another Miss Oh



Sinopse: Park Do Kyung trabalha como diretor de som superior para uma empresa de cinema. Quando de repente, desenvolve a capacidade de ver o futuro, ele se vê envolvido com duas mulheres que possuem o mesmo nome: Oh Hae Young. 
O que será de Do Kyung e suas duas senhoritas Oh?
Gênero: Comédia, Drama, Fantasia, Romance
Nº de Episódios: 18
Ano: 2016
Onde Encontrar:  DramaFever (online), Kingdom Fansubs (download)

Perdi as contas de quantas pessoas me recomendaram este drama, sempre dizendo que era incrivelmente bom, merecia estar na minha lista e etc. Então, aproveitei a última semana de férias e fui conferir... - perdoem o atraso deste post, culpa da falta de tempo em editar o mesmo - acabei assistindo os episódios mais rapidamente que o normal. Como Another Miss Oh me envolveu de uma maneira surreal a partir de seu enredo e personagens cativantes, optei por dividir a resenha em tópicos. Lhes darei neste post os motivos que fazem esse dorama merecer ser visto por vocês:

1) Excelente Enredo

E temos aqui um enredo que poderia ser um clichê costumeiro em doramas do gênero, entretanto, conseguiu ser unicamente diferente. O Park Do Kyung foi abandonado no dia do casamento por uma moça chamada Oh Hae Young, e desde então guarda profunda mágoa dela. Um ano depois, inexplicavelmente, começa a ter visões com uma mulher, como se estivesse vendo o futuro, mas que ligação ele teria com ela sendo que nunca a conhecera? Por ironia do destino, ele começa a encontrar a mulher da visão inúmeras vezes, e descobre que o nome dela também é Oh Hae Young. Sem entender por qual razão a vida continua fazendo-o vê-la tanto na realidade quanto em suas visões, o rapaz tenta manter-se o mais longe possível da garota. O que o Do Kyung não esperava era que ambos estavam ligados devido a um mal entendido, sendo tudo causado por um equívoco da parte dele. E quando o moço se dá conta do grande erro que cometeu, sente-se extremamente culpado e arrependido, e o pior é que o destino insiste em fazê-lo encontrar a Oh Hae Young das visões. Como vocês perceberam, a trama gira em torno do Do Kyung e das duas Oh Hae Youngs, as quais também possuíam uma ligação. E é neste ritmo que o roteiro desenvolve-se, conseguindo manter um ritmo realmente interessante e apresentando personagens que dão suporte aos protagonistas. Eu simplesmente amei o enredo, tanto por conseguir ser uma história diferenciada e ao mesmo tempo clichê em alguns aspectos, e claro por conseguir aproveitar magnificamente cada personagem incluído na trama. O dorama fez tanto sucesso que ganhou mais dois episódios, totalizando 18. E após todas as emoções que Another Miss Oh me causou, achei mais que merecido o sucesso, culpa da tvN que anda nos presenteando com doramas maravilhosos como este. Vale ressaltar que um dos motivos que me fizeram amar tanto o enredo foi a abordagem mais adulta e madura dos personagens, era notório que o drama queria sair da mesmice, ter seu diferencial e foi exatamente o que conseguiu transmitir aos telespectadores.

PAUSE: Junho


E eis que trago - atrasadamente - a playlist de junho. Façam suas apostas e descubram o que mais tocou no anterior mês junino, não esqueçam de acessar o blog Louca por Viver para conferir a PAUSE da Jusley.


1) E em primeiro lugar: Dear God - Avenged Sevenfold. Saindo um pouco do kpop, temos aqui um dos meus maiores vícios musicais deste ano. Como sou sempre atrasada, costumo surtar por uma música tempos depois de seu lançamento, e a faixa da vez é esta aqui. Ouçam! P.S.: Amo demais essa música! <3


♫ Querido Deus, a única coisa que peço a você é para abraçá-la quando eu não estiver por perto, quando eu estiver muito distante 
Todos nós precisamos dessa pessoa que pode ser verdadeira com você 
Mas eu a deixei quando a encontrei 
E agora eu queria ter ficado 
Pois eu estou solitário e estou cansado 
Estou sentido sua falta de novo, oh, não 
Mais uma vez... ♫

Please Come Back, Mister [K-Drama]


Finalmente a blogueira aqui encontrou tempo para finalizar um dos dramas mais legais do ano. Se você curte fugir dos clichês doramáticos e ainda não ouviu falar deste título, realmente deveria procurar mais sobre ele e adicioná-lo na sua lista.

Please Come Back, Mister



Sinopse: Um homem chamado Yeong Soo trabalha até a morte, mas consegue voltar ao mundo dos vivos no corpo de outro homem por um período limitado de tempo. Ao mesmo tempo, um outro homem chamado Gi Tak também morre, porém retorna no corpo de uma mulher...
Gênero: Drama, comédia, sobrenatural, romance
Ano: 2016
Nº de Episódios: 16
Onde Encontrar: Urameshi Downs (download), Viki (online)

- Roteiro

Pela sinopse já é perceptível quão diferente é o enredo de Please Come Back, Mister né?! E sério pessoas, está aqui um dos dramas mais originais do ano! A trama inicia-se quando Yeong Soo morre devido a um acidente na empresa em que trabalhava, deixando pra trás sua esposa, filha e pai. No mesmo dia, um outro acidente causa a morte do chefe de restaurante chamado Gi Tak e este deixa pra trás um grande amor. O que ambos não poderiam imaginar era que se encontrariam no local pós morte e até se tornariam próximos, a ponto de aprontarem algo inesperado só para poder retornar. E após uma ação impensada dos dois, Yeong Soo e Gi Tak conseguem uma chance de retornar ao mundo dos vivos e "arrumar" as situações que deixaram, entretanto, teriam que fazer isto como outras pessoas e com um prazo definido. Daí, ambos ganham uma oportunidade para retornarem e resolverem todos os mal entendidos e problemas que deixaram pra trás, eles tentarão agora corrigir todos os erros anteriores e fazer com que os seus familiares e amigos que antes tinham sido deixados pra trás, agora tenham uma vida feliz. Ao ganhar um novo corpo, Yeong Soo retorna como um homem mais jovem e atraente, já o Gi Tak retorna como uma mulher. Imaginem agora a quantidade de cenas engraçadas ao conferir um homem no corpo de uma mulher! Pois bem, é com essa premissa que Please Come Back, Mister torna-se atraente. Além de um roteiro totalmente longe de clichês - o que a blogueira ama conferir, sempre que surge a oportunidade - o drama ainda consegue manter uma leveza e originalidade nem sempre vistos. O que mais me chamou a atenção neste drama - além do enredo em si - foram as excelentes atuações e desdobramentos posteriores que conseguiram manter um bom ritmo, deixando o drama bem longe de ser chato. Não foi um dos títulos que me fizeram surtar este ano, mas com certeza, conseguiu vaga na lista de melhores enredos, um dos dramas mais legais de se assistir.

Refresh Man [Tw-Drama]


E finalmente trago a primeira resenha de um dorama taiwanês, e o escolhido foi o mais novo projeto do ator Aaron Yan. Foi um dos títulos do ano que eu mais fielmente acompanhei - o fato de ser apenas um episódio por semana facilitava minha vida - e após todos os episódios, nada mais justo do que comentar sobre esta deliciosa trama.

Refresh Man



Sinopse: Ji Wen Kai e Zhong Yu Tang são rivais de infância que estão sempre competindo, com Yu Tang sempre ganhando. Ela sempre ficou à frente na escola e até mesmo depois de se formar, ela conseguiu um emprego na MUSE Cosméticos, a qual todo mundo quer trabalhar. Wen Kai tinha notas medíocres e teve que trabalhar em empregos estranhos depois da graduação; ele acaba indo trabalhar no estrangeiro. Anos mais tarde, MUSE fica em dificuldades e o CEO contrata o agora "lendário manager" Wen Kai para se tornar o novo CEO e salvar a MUSE de sua crise ... e Yu Tang tem que trabalhar como sua secretária. 
[Fonte: Filmow]
Gênero: Romance, Negócios
Nº de Episódios: 17
Ano: 2016
Onde Encontrar: Viki (online), Kingdom Fansubs (download), Fighting Fansub (download)

- Enredo

O enredo de Refresh Man é ao mesmo tempo clichê e diferente. Já temos uma infinidade de tramas que contam a história de um CEO super centrado em seu trabalho, com uma secretária que o segue fielmente. Porém, aqui podemos conferir este velho conto de uma forma repaginada, temos um CEO que mesmo sendo clichê, ainda tem um diferencial marcante. Ji Wen Kai retorna para Taiwan no intuito de gerenciar a MUSE e lá encontra sua antiga rival, Zhong Yu Tang, a qual agora é uma secretária. Ao assumir a presidência, o Wen Kai rebaixa a rival e decide colocá-la como vendedora na Equipe de Vendas 3, o que seria então um dos diferenciais do dorama. Não temos uma secretária que será braço direito do presidente, temos uma garota que precisará aprender a exercer uma nova profissão. A Yu Tang começa a achar que o fato de ter sido rebaixada de cargo é apenas uma vingança do Wen Kai pelos tempos de colégio, nos quais ela insistentemente o irritava de diversas maneiras. Apesar do ocorrido, a otimista Yu Tang decide encarar isso como uma oportunidade de aprender e torna-se uma pessoa atualizada - basicamente, uma pessoa mais capaz - mesmo que seus novos companheiros de trabalho estejam totalmente desinteressados e sejam considerados a equipe preguiçosa da empresa. Yu Tang inicia seu projeto de mudar a Equipe de Vendas 3 para torná-la uma das melhores equipes. Enquanto isso, Ji Wen Kai prepara seus planos para restabelecer a MUSE no mercado empresarial. Não temos grandes reviravoltas ao decorrer dos episódios, os desdobramentos são bem cotidianos e as coisas só tomam grande proporção na reta final do drama. Entretanto, ainda temos aqui uma excelente trama, bem elaborada e com personagens incrivelmente cativantes, aqueles típicos personagens comuns que retratam de maneira realista como é trabalhar em uma grande empresa. 

Topo