Menu

Ano Hana [Anime]


Intitulado como Ano Hi Mita Hana no Namae o Bokutachi wa Mada Shiranai - nome muito grande para um post! - e apelidado carinhosamente de Ano Hana, temos aqui um dos títulos que se tornou queridinho na lista de fãs de anime, principalmente dos que amam shoujos. É difícil comentar sobre um enredo tão sensível e tocante como este, porém farei o meu melhor e sério, vocês deveriam dar uma chance à este anime.


Nome: Ano Hi Mita Hana no Namae o Bokutachi wa Mada Shiranai
Gênero: Drama, Mistério, Amizade, Sobrenatural
Nº de Episódios: 11
Ano: 2011
Onde Encontrar: Animakai (online), Hinata-Sou (download)
Sinopse: Seis amigos de infância crescem e passam a se tratar como completos desconhecidos, motivados por um acontecimento triste do passado. Mas o retorno de um desses amigos vai fazer o tempo voltar a se mexer de novo, de onde ele parou. Jintan, se tornou um ermitão, que vive praticamente o tempo todo dentro de casa apenas jogando games. Não quer mais ir para a escola e muito menos ter que lidar com outras pessoas. A pessoa que consegue fazer com que ele volte a interagir com o resto do mundo e vá procurar os outros amigos de infância, é a Menma. Tudo por causa de um desejo que ela precisava que fosse realizado, mas que para isso, todos os amigos precisariam estar juntos de novo.

- Enredo

Como diz na sinopse, Ano Hana conta a história de seis amigos de infância que após crescerem afastam-se uns dos outros por causa de um acontecimento triste que acontecera no passado, a morte da querida Menma. Não é spoiler porque isso fica claro logo no primeiro episódio viu?!  Com o retorno dela, Meiko Honma, apelidada carinhosamente pelos demais como Menma, eles retornam a se encontrar para realizar um determinado desejo. Menma aparece primeiramente na casa do Jintan, Jinta Yadomi, o garoto que antigamente era tido como líder do grupo de amigos que se intitulavam Os Super Justiceiros da Paz, e agora parou de ir para a escola e passa o dia inteiro jogando videogames em casa. Menma tenta convencer o Jintan de que retornou por causa de um desejo, porém ele acha que o fato de vê-la é apenas uma alucinação, como ele mesmo diz, a Menma que está vendo é na verdade um demônio do verão. Como a Menma não o deixa em paz, Jintan não vê outra forma de livrar-se da presença dessa amiga a não ser realizando o desejo dela, então decide tentar fazer isto, o problema é que a Menma não lembra exatamente qual é este desejo, e logo quando aparece nem tem noção do porquê está ali... Então, Jintan aos poucos vai se reunindo com seus antigos amigos tentando descobrir qual é este desejo da Menma e assim fazê-la, por fim, partir para o Céu. Porém, ao irem se reunindo as mágoas do passado começam a surgir, bem como as lembranças dolorosas relacionadas ao que aconteceu à Menma, estes amigos agora precisam lidar com tudo que guardaram por tantos anos para que assim possam finalmente superar a tragédia, seguir em frente e permitir que a Menma descanse em paz.


- Os Super Justiceiros da Paz

Como podem perceber o enredo por si só já é comovente e isto é apenas uma amostra do quanto Ano Hana é tocante, emocionante e sensível. O grupo de amigos que acabou se desfazendo depois do que aconteceu com a Menma, começa a reunir-se novamente, e a partir daí, estes jovens começam a lidar com os sentimentos que ficaram guardados por todos esses anos, bem como, com o vazio que a Menma deixara no grupo.

Jintan era o líder do grupo mas depois da tragédia, tornou-se recluso e não sai de casa em nenhum momento, chegando até mesmo a desistir da escola. Seu pai é tão compreensivo que não o obriga a voltar a estudar, apenas respeita a decisão do filho e o deixa fazer o que quer, como se esta fosse uma forma de respeitar a dor pela qual ele passara.
Com a chegada da querida Menma que passa a ficar "no pe´dele", Jintan não tem outra escolha a não ser tentar reunir os Super Justiceiros da Paz, o que para ele é uma tarefa praticamente impossível pois todos se afastaram desde o que aconteceu. Porém, para a Menma, apesar de estar maior fisicamente, o tempo não passou, ela continua sendo ingênua e inocente como quando criança, acreditando que todos podem voltar a se reunir, a serem amigos. E apesar de saber que está morta, Menma mesmo sentindo-se triste, não deixa de tentar manter o sorriso, e acredita que após seu desejo ser realizado poderá seguir para o Céu e quem sabe até, reencarnar. A mocinha aqui é a alma do anime e é impossível não amar esta personagem, tudo gira em torno dela e de como a vida dos que amava ficou após seu falecimento. É impossível ver Ano Hana e não passar a amar a Menma, o jeito doce, meigo, ingênuo e tão sincero. Uma personagem encantadora e amável. *.*
Um dos primeiros amigos a retornar ao grupo é o Tetsudo Hisakawa, o alegre e divertido Poppo, o qual acredita de primeira quando o Jintan diz que está vendo a Menma, e logo decide juntar-se ao projeto de realização do desejo da Menma. Poppo sempre foi o brincalhão do grupo e inesperadamente, traz uma revelação muito marcante no último episódio, a qual eu não esperava e me fez quase cair em lágrimas...
Posteriormente, o trio Menma, Poppo e Jintan começam a procurar a Naruko Anjo, a Anaru como todos chamavam, a qual desde criança sempre gostou de jogos, mangás e coisas do tipo. Anaru cresceu e afastou-se dos demais porém frequentava a mesma escola que o Jintan mas como ele desistira de ser um estudante, ela acaba perdendo o contato com ele até o retorno da Menma.
Por fim, os outros dois integrantes do sexteto, Atsumu Matsuyuki, mais conhecido como Yukiatsu, e a inteligente Chiriko Tsurumi, apelidada de Tsuruko, acabam se juntando aos demais. Porém, Yukiatsu não acredita no Jintan e acha que ele está apenas sentindo-se solitário após todos esses anos e por isso quer reunir o grupo mesmo que faça uso de uma desculpa cruel. Afinal, relembrar da Menma é ainda uma ferida para todos, uma cicatriz que ficara da infância e mesmo após tantos anos, ainda dói muito. Tsuruko estuda na mesma escola que o Yukiatsu e sempre está ao lado dele, sendo ele o único com quem manteve contato durante esses anos, por isso, acaba reencontrando com os outros logo que eles entram em contato com o Yukiatsu.
O sexteto se reencontra e com o Jintan afirmando estar vendo a Menma novamente, as mágoas e dores guardadas são expostas, e todos começam a expôr seus sentimentos guardados após tanto tempo. Não apenas os sentimentos relacionados à Menma mas também o que alguns sentiam uns pelos outros, os sentimentos que determinados integrantes do grupo nutriam por outros são revelados e todos precisam lidar com essa avalanche de emoções.

- Consideração Final

A primeira vez que assisti Ano Hana foi em meados de 2013 (2014?) quando uma amiga me recomendou - obrigada Nani - e mesmo eu não sendo grande fã de shoujos - meu surto mesmo é com shounen - não posso negar o quanto este anime tornou-se especial para mim, entrou até para a lista de favoritos. A trama é extremamente comovente, reunindo aos poucos os amigos que foram marcados por uma tragédia e colocando-os juntos novamente para lidarem com as dores e mágoas do acontecimento a partir do surgimento do "fantasma" da amiga morta. Só isso já te embarca em um nível de emoção surreal, e a maneira como conduziram o enredo, de modo sensível e tão leve, não apelando para o dramalhão, só tornou este anime mais maravilhoso. São 11 episódios sendo tocados profundamente por este grupo de amigos, torcendo para que eles possam superar as mágoas e deixar para trás toda a dor que têm guardado, e claro, torcendo para que a Menma consiga realizar seu desejo para poder ir para o Céu. Ano Hana é um anime que toca você, tem um jeito único de contar uma história e quando você se dá conta já está completamente apaixonado, tocado pelo mesmo, chorando junto com os personagens. O último episódio é a prova disso! É impossível não querer chorar no 11º episódio, é aquele tipo de final tristemente lindo e emocionante, que faz seu coração doer mas mesmo assim, você apenas agradece por ter se dado a oportunidade de ver um anime tão maravilhoso quanto este! 

- Opening & Ending

Sinceramente, não sei qual faixa abaixo me fazia querer chorar mais, se era a abertura ou o encerramento... Ambas são lindas e sempre que ouço lembro do anime, da Menma, do Jintan, dos Super Justiceiros da Paz e claro, fico toda emocionada. Deem play aí!!! Encerro o post aqui pois se eu comentar algo mais acabarei enchendo vocês com spoilers e o sentimentalismo/emoções/ que o anime proporciona está justamente em você ir assisti-lo sem saber como tudo irá se desenrolar e terminar. Ah! Fiquei sabendo que teve um live-action deste anime, se eu o conferir trarei resenha, okay?! Espero que tenham gostado da resenha, quem já assistiu comenta abaixo o que achou deste anime e se quiserem algum outro resenhado aqui, é só pedir! Ainda este mês teremos muitos mais posts especiais de aniversário do blog, aguardem! :*

Opening: Aoi Shiori - Galileo Galilei - Aaaahhhh *.*



Secret Base - Interpretada pelas cantoras Ai Kayano, Haruka Tomatsu e Saori Hayami, a qual na verdade é um cover de um single da banda Zone. - Essa música é linda mas parte o coração de quem conhece a história do anime </3



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Topo